Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perhaps não são ervilhas!

Se tudo na vida fosse perfeito não havia talvez. E perhaps eram ervilhas...

Ua Ua Uê Ua Uê

por António, em 18.03.14

Ao que parece a vencedora do festival da canção (Suzy - Quero ser tua (como a lua é do luar)) motivou uma onda de indignação nas redes sociais, tudo porque venceu a edição do presente anos do festival da canção. Sucedem-se as acusações de "vergonha nacional", multiplicam-se páginas de "eu quero que este ou aquele represente Portugl na Eurovisão", especula-se que esta música "não reflete o panorama musical ou cultural português". 

Permitam-me discordar.

Tanto o estilo da música como a própria letra refletem todo o panorama musical, cultural e mental português. Para começar, se foi a canção que ganhou é porque houve uma maioria de pessoas a votar na Suzy. Depois, a Suzy são apenas 3 minutos das 5 ou 6 horas de audiência ao domingo nos três principais canais de televisão, e não vejo tanta gente indignada com esses programas. Pode também falar-se nos programas da manhã de segunda a sexta e ao sábado de tarde, ainda assim menos músicais. Não é por se indignarem tanto que vão anular o concurso, até porque muitos dos indignados nem sabia que estava a decorrer o festival da canção, preferindo seguir as novelas da TVI ou SIC, mas apercebendo-se do sucedido quiseram manifestar-se contra (o que não deixa de ser típico). A música da Suzy contém uma (grande) quantidade de erros propositados, como também não deixa de ser comum nas músicas portuguesas dizer-se as maiores barbaridades criando-se letras sem sentido lógico, mas desde qua rime está tudo bem (deixo sobre este ponto um bom esmiuçar da letra).

Finalizando (e aviso antes de mais que eu não gosto da música, nem votei no festival da canção) esta música foi a escolha mais acertada para se levar em representação das cores nacionais à Europa. É isto que se produz em Portugal, é isto que vende em Portugal, é isto que se quer ouvir em Portugal. Então qual é (agora) a grande indignação? 
Fado já não se ouve, Rock está muito pesado ou velho, RAP/Hip Hop é dos marginais. O pimba continua a mostar Portugal. O único estilo que assentava melhor seria musica brasileira que é o que passa com mais frequência nas discotecas, mas não se pode limitar a força de uma música cujo principal argumento é "Ua Ua Uê Ua Uê"...

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.