Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perhaps não são ervilhas!

Se tudo na vida fosse perfeito não havia talvez. E perhaps eram ervilhas...

Tirem mel!!!

por António, em 29.03.14

Não gosto nada de relações "melosas", aquele tipo de namoros em que as pessoas perdem os nomes e em substituição ganham alcunhas, geralmente com terminações diminutivas. É "girafinha", "pipoquinha", "princesa", "princípe", "bonequinha", entre uma barbaridade de outros nomes. 

Não estou a dizer que chamar um nome fofo de vez em quando seja mau, mas sempre que se falam? Por favor! Não precisamos de andar na rua e ouvir a "pirosice" (não estou certo que esta palavra exista) de casais a conversar numa linguagem no mínimo infantil. Ou pior, não é preciso que se ouçam telefonemas nesse mesmo tom. 

Já cheguei a assistir a homens com aquela pose superior, a perderem todo o sentido assim que abriram a boca para atender o telefone. Guardem para a intimidade esse tipo de conversas.

As pessoas tem nome e não o perdem por estar numa relação. Não é por chamar nomes "queridos" que se ama mais a outra pessoa. Percebam que não transparecem a imagem de um casal unido e amoroso, mas sim o de um namoro de miúdos, de pitalhice. Sentir a necessidade de ser chamado de uma alcunha amorosa é necessidade de atenção e uma relação não é uma desculpa para não estar sozinho. Tirem mel a isso! Por favor...

3 comentários

  • Imagem de perfil

    De António a 01.04.2014 às 14:03

    Dar a mão, andar abraçados, não há mal nenhum, Também não estou a dizer para que os casais se tratem como simples conhecidos. Agora há que perceber quando é excessivo...
  • Imagem de perfil

    De m-M a 01.04.2014 às 14:07

    Lá está: quando dás por ti a chamar girafinha a alguém... ;)
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.