Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perhaps não são ervilhas!

Se tudo na vida fosse perfeito não havia talvez. E perhaps eram ervilhas...

Hoje e sempre!

por António, em 20.04.14
(foto: Facebook / Isabel Cutileiro)

Na última época poucos minutos foram suficientes para nos tirarem tudo. Para perder um campeonato e uma Liga Europa. O Benfica respirava futebol. Mas ainda assim aqueles malditos minutos a mais por duas vezes deixaram milhões de Benfiquistas em lagrimas. Fizeram parar corações. Mas os Benfiquistas não baixam os braços. Podem gritar, criticar ou dizer mal. Mas por dentro daquelas veias corre o Benfica, cada coração bate em uníssono e ouve-se "Benfica"! E respirar, respira-se Benfica... 

Esta época o Benfica continua a mostrar o que é o futebol. Joga e ganha os jogos dentro de campo com raça. Com jogadores que sentem o peso e orgulho de envergar aquela camisola. Jogadores que não esquecem um colega lesionado e que jogam com o respeito pela braçadeira negra que usam no braço junto ao coração. Atletas que contam com o amor e apoio dos milhões de adeptos que jogo após jogo vêem a sua equipa ganhar. 

Só o Benfica tem direito a vencer este título. Só o Benfica honrou o símbolo de cada camisola mostrando que o futebol ocorre entre 22 jogadores no manto verde e dentro das quatro linhas brancas. 

E hoje mais do que nunca milhões de Benfiquistas deitam-se ansiosos que as horas passem, com tanta tensão em cada músculo que se fará difícil adormecer. Hoje contar carneiros só se forem vermelhos. Hoje que nos desculpe quem não recebe a atenção que deseja. Hoje não somos apenas pessoas num normal dia de páscoa. Que se foda lá o fato e a camisa ou o vestido, hoje é dia de usar a camisola e cachecol do Glorioso. Este ano a páscoa também se faz de história, mas história de Portugal, história do Benfica. 

Hoje é dia em que homens de barba rija se vergam aos pés daqueles que em campo vão deixar a pele se for preciso. Se hoje as lagrimas nos caírem que sejam de alegria, que seja a voz dos milhões de Benfiquistas a gritar "Campeão". Que seja o dia em que honramos a memória do passado, o dia em que lembramos o Eusébio e o Coluna e todos aqueles que escreveram a história do Benfica. Que hoje seja mais uma página nesse magnifico livro. Que perdure na memória do mais novo ao mais velho.

Hoje é o dia em que esperamos ser campeões. Hoje e sempre: Benfica!

Uma jogada de mestre(s) lá para os lados da Luz...

por António, em 24.03.14

(a qualidade não é a melhor, mas dá para perceber)

O Benfica tem-nos habituado às excelentes jogadas e a uma, cada vez mais crescente, calma na forma como as executa. Ainda assim, tenho visto, o Benfica ser acusado de ganhar jogos com pormenores individuais, ao contrário de Porto e Sporting que apostam no jogo coletivo.

E até podem, em parte, podem ter razão. Há no Benfica jogadores que num rasgo de genialidade fazem golos monumentais, como já fez o Markovic (aqui) ou o Enzo Perez (aqui) entre os muitos outros excelentes jogadores que o plantel benfiquista, felizmente, tem.

Mas não se pode generalizar - para qualquer um dos lados - o Benfica tem esta época uma das mais inteligentes formas de jogar dos últimos anos. O Benfica sabe organizar um jogo. Sabe gerir uma vantagem. Sabe defender. Sabe atacar. Sabe aumentar ou diminuir o ritmo em qualquer momento do encontro. É o melhor ataque e a melhor defesa (à jornada 24). Tem no banco jogadores que nada tem a menos que os titulares. O Benfica arrisca-se, por isso, a roçar a perfeição.

É por isso que criticam, porque nos olham de baixo.

E eis que com uma jogada de 14 passes, a circular entre oito jogadores, a terminar com uma assistência monumental de Markovic para o Lima encostar., o Benfica responde. Foi só uma jogada de mestre(s) lá para lados da Luz...

Preparar que o Benfica está a começar...

por António, em 17.03.14

 

 

(foto facebook)

 

22 jogos para a história!!!

por António, em 10.03.14

 (Isabel Cutileiro. fotografia facebook)

A jornada 22 do campeonato português salientou, em vários aspetos, a liderança do Benfica, o que se reflete a nível pontual. A oito jogos do final do campeonato, os encarnados:

- Não perdem há 21 jogos, sendo que a única derrota foi na jornada inaugural frente ao Marítimo por 2-1.

- Conquistaram 55 pontos em 66 possíveis. Os 11 pontos perdidos devem-se a quatro empates e uma derrota.

- Não sofreram qualquer golo nos últimos cinco jogos, sendo a melhor defesa do campeonato (13 golos sofridos).

- São a ÚNICA equipa em Portugal que marcou em todos os 22 jogos disputados.

- Tem a maior vantagem pontual sobre o segundo classificado desde que as vitórias contam 3 pontos (1995/96). Sete pontos sobre o segundo (Sporting) e nove pontos sobre o terceiro (FC Porto).

- Tornaram-se a equipa com mais jogos (12) sem sofrer qualquer golo.

(Em jeitos de curiosidade, só um jogador da equipa tem estatuto de totalista, realizando os 22 jogos, o capitão, Luisão)

 

Como faltam oito jogos e não apenas dois, nada está ganho, ou garantido. Mas de facto o Benfica faz história!

É assim que vamos vestir no Mundial...

por António, em 04.03.14

(imagem facebook)

 

Cristiano Ronaldo apresentou em primeira mão na sua página oficial do facebook o equipamento que a seleção portuguesa irá usar no mundial de 2014. Ronaldo (que está com uma expressão um pouco computadorizada) faz-se acompanhar de Pépe na linha da frente, seguido de perto de Miguel Veloso e Raúl Meireles, deixando na retaguarda Luís Neto e o recém-chegado William Carvalho.

Quanto ao equipamento em si, espero que seja mais bonito na realidade do que aparenta ser na página da Nike, de qualquer forma não é dos piores.

Até Sempre Capitão!

por António, em 25.02.14

 

(imagem facebook SLB)

 

Esta terça-feira, 25 de fevereiro, pouco mais de um mês passado da morte de Eusébio da Silva Ferreira, morreu mais uma lenda do Benfica. Mário Esteves Coluna morreu hoje, aos 78 anos (1935-2014).

O "médio cerebral" alinhou de àguia ao peito de 1954/55 até 1969/70, onde marcou 150 golos com a camisola encarnada o que lhe valeu 21 títulos oficiais. Foi promovido a capitão do Benfica em 1963/64 e representou a seleção nacional em 57 ocasiões apontando oito golos, sendo um dos "magriços" que levou Portugal ao terceiro posto em Inglaterra'66. O "monstro sagrado" deixou o futebol em 1971/72.

Hoje é dia de lhe dizermos "adeus" como dissemos a Eusébio. Domingo é dia de honrar dentro de campo a memória deste senhor. Em 10 jornadas será dia de erguer o título nacional em homenagem a duas lendas que partiram.

 

Até sempre Capitão!

Não basta marcar, é preciso arte...

por António, em 25.02.14

Lazar Markovic é mais um do lote de jogadores sérvios que chegaram ao Benfica. É mais um dos onze que regularmente entram em campo envergando aquela camisola encarnada e é mais um dos que faz milhares de benfiquistas pular e gritar de alegria.

O 50 do Benfica é só o terceiro melhor marcador da equipa, com 5 golos - 14% dos golos da equipa -, a par de Cardozo, mas ainda assim atrás de Lima, com 8 golos, e Rodrigo, com 7. É apenas mais um dos que contribuiu para os 37 golos que o glorioso apontou em 20 jornadas.

A grande diferença é a forma como marca, como corre, como luta. O miúdo de 19 anos deixa adversários experientes pregados ao chão. Finta, mostra uma raça impressionante. Mostra querer, garra e ambição. Nem todos os jogos está ao mesmo nível, como todos os jogadores de futebol no mundo, mas basta-lhe um momento, um rasgo de genialidade para fazer a diferença. E nasce uma obra-prima. Foi assim com o Gil Vicente, Sporting, Académica, Paços de Ferreira e ontem com o Vitória de Guimarães.

 

 

 

É assim que um miúdo faz levantar milhares de adeptos. É assim que faz vibrar de alegria a milhões de Benfiquistas. É que para este menino não basta marcar, é preciso fazê-lo com arte!